Renan Pivetta - Osteopatia Indaiatuba / Artigos  / Relação entre problemas musculoesqueléticos e vísceras

Relação entre problemas musculoesqueléticos e vísceras

Você sabia que é comum pessoas que tenham problemas respiratórios, gastrointestinais e/ou uroginecológicos apresentarem dores musculoesqueléticas?

Não é difícil entender como isso pode ocorrer, pois nossos órgãos se comunicam com o sistema musculoesquelético de diversas maneiras e os sistemas são dependentes entre si. Por exemplo: para ter uma boa oxigenação nos músculos, eles precisam que a respiração funcione adequadamente, e para respiração funcionar adequadamente é preciso que os músculos da respiração estejam saudáveis.

Então podemos pensar da seguinte forma: ao desenvolver um problema respiratório, o asma ou bronquite, por exemplo, o corpo necessita criar uma adaptação na mecânica da ventilação. Esse ajuste visa manter uma boa troca gasosa, vital para o organismo, mas muitas vezes acaba interferindo na biomecânica da caixa torácica e da coluna como um todo, nesse caso hierarquicamente menos vital do que a respiração.

Com isso é possível que em alguns momentos os movimentos da coluna sejam desempenhados de forma adaptada e que, com o passar dos anos, surjam alguns desconfortos no pescoço, lombar etc. Esses desconfortos podem estar associados ao problema respiratório prévio.

Então quer dizer que possa ser preciso melhorar a mecânica respiratória para aliviar as dores da coluna? SIM! E isso pode ser feito por meio da osteopatia e treinamento específico!